Instituto Musical Darezzo

O Local Certo para Você Aprender Música Online

Dicas – Como Segurar a Baqueta

baquetas para bateria

É preciso dar um passo de cada vez quando o assunto é aprender a tocar bateria.  E saber segurar a baqueta corretamente é fundamental para o desenvolvimento, sendo uma das primeiras técnicas que todo baterista deve aprender. Saber as técnicas para segurar corretamente pode fazer a diferença entre tocar perfeitamente e fazer só barulhos desajeitados e ainda sofrer alguma lesão.  Portanto, vejas as dicas de como segurar a baqueta corretamente e arrase na batera!

É extremamente importante que os iniciantes vejam a devida importância de uma pegada adequada da baqueta, pois utilizando essa técnica de forma errada pode dificultar e muito o seu aprendizado. Além de melhorar o desenvolvimento do aprendizado, tocar bateria com a pegada correta das baquetas aperfeiçoa o máximo de retorno e controle de suas baquetas, e favorece bastante os rufos perfeitos. Mesmo que você já toque, porém segurando as baquetas de forma errada, agora é a hora de substituir os velhos hábitos ruins pelas técnicas corretas. E mesmo que ainda não tenha uma bateria, você pode praticar a técnica da pegada correta a qualquer hora com apenas um par de baquetas.

 

Como Segurar a Baqueta Corretamente

1 –  Relaxe! Mantenha os músculos relaxados, porém firmes. Quando a técnica utilizada é ruim, normalmente tencionamos mais os nervos e músculos e acaba atrapalhando ainda mais o desempenho. Portanto, o ideal é apertar as baquetas de forma firme e relaxada ao mesmo tempo, não sendo mole demais a ponto de soltar as baquetas das mãos nem firme demais como se estivesse segurando uma caneta.

2 – Sente sempre corretamente ao banco. Mantenha a boa postura enquanto toca que ajudará a manter os músculos dos ombros e das mãos relaxados.

3 – Toque com a caixa da bateria ou com aquelas baterias de estudo que possuem superfície emborrachada, em um ângulo reto.  Não deixe a caixa de sua bateria muito inclinada.

4 – Ajuste a superfície na altura correta. Uma superfície ou uma caixa muito alta faz com que os ombros fiquem encolhidos e duros e tocar em uma superfície muito baixa faz com que seu antebraço se incline muito.

5 – Deixe sempre os punhos e antebraços sempre o mais retos possível. Comece o movimento do ponto 0 com os punhos em linha reta em relação ao antebraço, sem inclinar para cima ou para baixo.

6 –  Sempre use o punho e os três últimos dedos a seu favor. Isso é uma técnica de controle que irá ajudar a ter controle total de seus punhos e articulações para ter controle dos rebotes na pele.

A pegada correta nas baquetas diminui o esforço físico e evita lesões futuras.

 

baquetas bateria

Técnicas para Segurar a Baqueta

Existem várias técnicas para segurar e manusear as baquetas. Não existe uma regra de qual é a técnica certa, a melhor técnica será aquela em que você se adaptar melhor.  A primeira técnica que vamos ver é a Matched Grip, em que você pega a baqueta segurando-a pelo dedão e o indicador, que será a pegada inicial.

1 – A baqueta se divide em três: cabo, tronco e pescoço. O ideal é pegar a baqueta na junção do cabo e tronco, mais ou menos na no meio dela, que será o ponto de equilíbrio. A baqueta precisa repicar, por isso não é aconselhável pegá-la muito atrás ou muita na frente.

2 – Para trabalhar com o rebote é preciso encontrar o ponto de equilíbrio da baqueta, para que ao emburrá-la ela volte naturalmente.

3 – A técnica Matched Grip, consiste em movimentos de “pinça” e “mola”. Segure a baqueta com a polpa do polegar e o indicador, formando a pinça. Ao flexionar os três últimos dedos: médio, anular e mínimo, você irá fazer a mola.  Esse é o conceito básico do Matched Grip, mas dentro dele, existem três variações em suas execuções: Germanian Grip, American Grip  e  French Grip, que veremos nas próximas postagens.

 

segurar a baqueta para tocar bateria

01 – Pegada de pinça
02 – Forma correta de segurar a baqueta
03 – Posicionamento das mãos em pegada Matched Grip

Essa técnica é a padrão e mais usada hoje em dia. Por ser uma pegada mais moderna é ideal para estilos musicais mais modernos e menos clássicos, e sua vantagem é que é uma técnica fácil de pegar o jeito e as duas mãos apresentam as mesmas pegadas. Outro benefício deste método é que pode fortalecer a pegada da pessoa, e desta forma melhorar sua velocidade, usando exercícios de pulso.

 

ideiasDeixe suas dicas, sugestões e ideias. Pesquise em nosso Blog e compartilhe com os amigos! Curta nossa página no Facebook!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *