Instituto Musical Darezzo

O Local Certo para Você Aprender Música Online

O Instrumento Violino e Sua Origem

A HISTÓRIA DO VIOLINO

A base para a criação de inúmeros outros instrumentos advém dos antigos instrumentos como o Nefer Egípcio, o Ravanastron da Índia, o Rebab Árabe, o R’Jenn Sien dos chineses e da Lira Grega, que foram evoluindo conforme as necessidades acústicas e os gostos musicais foram modificando.

 O Violino

Pertencente à família de instrumentos de cordas, o violino é chamado de “O Rei dos Instrumentos”, por ser extremamente versátil, um dos mais agudos instrumentos musicais e ter um timbre brilhante e inconfundível, que o torna parte fundamental de qualquer orquestra.

A palavra Violino vem do latim vitula, que significa instrumento de cordas. Sua origem data do fim do século XVI e o início do século XVII, como uma evolução dos seus antecessores  Rebec, Vielle e Lyra da Braccio.

A HISTÓRIA DO VIOLINO

Os violinos são instrumentos tradicionalmente acústicos, em que o som é amplificado naturalmente pela caixa de ressonância da madeira. Entretanto, existem violinos que possuem amplificadores eletrônicos, cujo som é amplificado através de captadores ou microfones. Este tipo de violino não necessita de caixa de ressonância e alguns deles possuem corpo maciço ou apenas molduras para a sustentação das cordas.

“As Quatro Estações” de Antonio Lucio Vivaldi  é uma das obras mais famosas compostas para violino e um dos maiores violinistas de todos os tempos foi Niccolò Paganini, este ao qual  revolucionou a arte de tocar violino, tornando-se um dos pilares da moderna técnica de violino.

 Fabricação do Violino

Gasparo Duiffopruggar, da Bavária, por volta de 1500, criou o primeiro violino como o conhecemos hoje, sendo considerado o pioneiro na fabricação do instrumento.

 

primeiro a fabricar violino

Gasparo Duiffopruggar

Entretanto, a arte de fabricação do instrumento, durante quase duzentos anos, ficou restrita na Itália e a três famílias italianas da comuna de Cremona: Amati, Guarneri e Stradivarius.

Os violinos fabricados pelo mestre Antônio Stradivari foram os que ficaram mais famosos pela sua qualidade de fabricação e refinamento, sendo o seu trabalho reverenciado em toda a Europa. Modificou o violino tornando-o mais comprido, reforçou o corpo e alargou as aberturas de som, enriquecendo assim o timbre.

violino mais caro do mundo

Antônio Stradivari

Durante o século XIX, o violino sofreu importantes mudanças com modificações na espessura das cordas, o uso de um cavalete mais alto, um braço mais inclinado e a alteração na forma do arco, que tinha um formato côncavo e passou a ser convexo.

O Violino mais Caro e Famoso do Mundo

Os violinos Stradivarius estão entre os mais valiosos do mundo, apresentam uma beleza única com elementos de equilíbrio estético e mesmo com as tecnologias existentes, sua qualidade sonora nunca foi superada. Mais de mil instrumentos de cordas foram feitos pelo mestre Antônio Stradivari, entre 1644-1737, mas atualmente restam poucos destes instrumentos.

Em 2006, um violino Stradivarius de 1729 (Hammer), foi arrematado por 3,5 milhões de dólares. Outra violino nomeado Lady Blunt e fabricado em 1721, foi vendido em um leilão no ano de 2011 por 15,9 milhões de dólares. Porém, o violino mais famoso e caro de todo o mundo é o denominado Messias. Criado por Stradivarius em 1716 é considerado o violino mais antigo e preservado do mundo, sendo o único violino que o mestre não vendeu, ficando em sua posse até sua morte.

O violino passou a se chamar Messias após a morte de Stradivari, em que foi vendido pelos seus descentes para o conde Cozio de Salabue, que, por sua vez, vendeu para Luigi Tarisio que se gabava por ter um lindo Stradivarius de 1716, mas, apenas falava muito do violino e nunca o mostrava. Assim, o violinista francês Delphin Alard, irritado com Luigi Tarisio exclamou: “Então seu violino é como o Messias, que está sempre sendo esperado, mas nunca aparece!”. A comparação batizou o que viria a ser o violino mais famoso do mundo: o Messias.

 

violino mais caro e famoso do mundo

Atualmente, o violino Messias se encontra no Ashmolean Museum de Oxford, Inglaterra.

aula de musica

Deixe seu comentário, dicas e sugestões. Compartilhe com os amigos, curta nossa página no Facebook!

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *